Menu


Professor embaixador da educação no Brasil é suspeito de uso de diploma falso

11 MAI 2017
11 de Maio de 2017

O professor Wemerson da Silva Nogueira, eleito educador do ano em 2016 e nomeado embaixador da educação no Brasil em 2017, tem uma denúncia em andamento por suspeita de apresentar diploma de licenciatura falso em um processo seletivo de designação temporária da Secretaria de Educação do Espírito Santo (Sedu).

A informação consta no detalhamento do processo no site da Sedu. A suspeita é de que ele tenha apresentado uma documentação falsa na comprovação de uma licenciatura em Química pela Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), curso credenciado pelo Ministério da Educação (MEC).

Além do processo administrativo contra Wemerson, outros três processos foram abertos pelo mesmo motivo. Neste ano, já são 29 processos desse tipo, segundo dados da Sedu. Outros três novos casos investigados pela secretaria são de suspeita de apresentação de diploma falso de mestrado na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), sendo dois em História e um em Educação.

A Sedu informou que os nomes dos denunciados serão publicados no Diário Oficial desta quinta-feira (11) para que eles tenham ciência do conteúdo do processo e nomear advogado, se quiserem. Mas já consta no sistema de consulta de processos do governo do estado a denúncia contra o professor Wemerson da Silva Nogueira. Logo no início da reportagem tem um print acima .


Voltar
Tenha você também a sua rádio