Evangélicos se unem para dar apoio a romeiros em peregrinação

353

Na véspera do grande Jubileu dos 300 anos do encontro de Nossa Senhora Aparecida, a Rodovia Presidente Dutra, que dá acesso a Aparecida (SP), torna-se um ponto comum de peregrinação de romeiros.

A devoção a Nossa Senhora Aparecida move peregrinos de diversas partes do Brasil, que percorrem enormes distâncias para pagar promessas, agradecer a Padroeira e pedir sua intercessão.

Movidos pela solidariedade, fiéis da Igreja Adventista e voluntários montaram um ponto de apoio aos peregrinos que passam por um trecho da via Dutra, em Taubaté (SP). No local, os romeiros que seguem em caminhada até o Santuário de Aparecida contam com alimentação, cuidados com os pés, aferição de pressão, massagem e teste de glicemia.

De acordo com o pastor Ronaldo de Oliveira, os pontos de apoio são para acolhimento do romeiro e também uma iniciativa de solidariedade que vai além de qualquer religião.

“É bonito ver a fé das pessoas, em um momento em que estamos vivendo no Brasil e no mundo, qualquer atitude que demonstra fé a gente tem que apoiar para que isso possa se expandir como uma luz. Aqui vemos pessoas que estão doentes, gente que está fazendo isso em forma de gratidão, são histórias bonitas de gente que vem de longe com um propósito de vida e com muita gratidão no coração”, afirmou.

Foram montados dois pontos de apoio nessa região de Taubaté e um em Moreira César (SP) para acolher peregrinos como o seu Vicente das Dores Gomes, da cidade de Barueri (SP).

Com os pés cansados depois de cinco dias de caminhada, seu Vicente, a esposa Iris e a sobrinha Paula, da cidade de Barueri (SP), fazem uma parada para se hidratar e descansar um pouco.

Vicente conta que foi a fé e a devoção que os trouxe pelas estradas. “Venho pedir pelo meu irmão que está com câncer e pelas tribulações que a minha família enfrenta. Mas eu tenho muito mais a agradecer do que pedir”, afirmou.

Aos voluntários do ponto de apoio que se dedicaram a ajudar a sua família, seu Vicente deixa sua gratidão e a iniciativa de colocá-los em suas orações ao chegar no Santuário.

“Com muito amor e carinho a gente agradece demais. Eles fazem muito bem pra gente que é peregrino da Mãe Aparecida”, disse.

Direto da redação: Rafael Ribeiro.

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA