Prefeito de São Mateus, Daniel do Açaí, continuará no cargo mesmo cassado

71

Uma decisão publicada nesta quarta (20), pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o desembargador Annibal de Rezende Lima, deferiu o recurso especial apresentado pelo advogado Altamiro Thadeu Sobreiro, que representa o prefeito Daniel do Açaí e concedeu o efeito suspensivo.

Isso quer dizer, que mesmo o prefeito Daniel do Açaí e seu vice, José Carlos do Valle, já cassados pelo TRE, os dois continuarão no cargo até que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifeste e julgue o recurso. O julgamento deverá ocorrer somente a partir de Fevereiro de 2018, pois o recesso da corte deve terminar no final de Janeiro. O TSE decidirá o final dessa história.

Documento do TRE.

O motivo da cassação de Daniel é sobre o abuso do poder econômico nas eleições de 2016. Segundo o Ministério Público, Daniel é sócio a empresa Acaí, que vende água mineral, e distribuía de forma gratuita para a população que enfrentava a seca na época. Em alguns casos, a distribuição era feita com os caminhões com a logomarca da empresa. A defesa alega que Daniel não participou da distribuição na época.

Direto da redação: Rafael Ribeiro.