Programa Nossa Bolsa prolonga prazo para inscrições até semana que vem

20

O prazo para as inscrições do Programa Nossa Bolsa – que se encerrariam nesta quarta (17) – foi prorrogado para até às 18 horas de segunda-feira (22), no site (www.nossabolsa.es.gov.br).

São opções de bolsas para graduação presencial e também de Educação a Distância (EAD), que podem ser concorridas por àqueles que estudaram na rede pública estadual ou municipal durante o Ensino Médio, e que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no ano de 2017.

No ato da inscrição, é necessário fornecer o número de inscrição do Enem, que pode ser obtido no cartão de confirmação da inscrição, no caderno de prova e também pode ser solicitado no Inep, ou pode ser obtido no aplicativo.

O programa

O Nossa Bolsa foi lançado em 2006, inicialmente apenas com bolsas de graduação, instituído pela Lei nº 8.263, e alterado pela Lei nº 8.642. A nova Lei tem o objetivo de ampliar seu alcance e incorporar bolsas de pesquisa e extensão, o que irá transformá-lo em um novo conceito de política pública integrada para o desenvolvimento do Ensino Superior Capixaba.

Até o momento, o programa Nossa Bolsa já formou mais de 7 mil capixabas e, aproximadamente, 2 mil ainda estão cursando a graduação pelo programa. No ano anterior, foram mais de 800 alunos que concluíram a graduação em diversas áreas de estudos, completando a nona turma de graduação do Programa.

Atualmente o Nossa Bolsa tem parceria com 40 instituições de ensino superior e oferece 56 cursos de diferentes áreas: Ciências Biológicas; Ciências da Saúde; Ciências Exatas; Ciências Humanas; Ciências Sociais Aplicadas; Engenharias e Tecnologias. Ao todo, 72 municípios capixabas estão contemplados com o Nossa Bolsa.

Os recursos do Programa serão disponibilizados por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti) e sua autarquia, a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes). “Idealizamos essa mudança com o propósito de atender, da melhor forma, os jovens capixabas que necessitam de uma educação de qualidade após o término do ensino médio”, salientou o secretário da Secti, Vandinho Leite.

Além de ser um dos programas prioritários do Governo do Estado, o diretor-presidente da Fapes, José Antônio Bof Buffon, destacou que o Nossa Bolsa impulsiona a formação de recursos humanos para um segmento prioritário da população. “Esta evolução permite que os alunos passem a ter uma formação integral, unificando ensino, pesquisa e extensão”.

Informações sobre o Nossa Bolsa

http://www.nossabolsa.es.gov.br/

programanossabolsa@fapes.es.gov.br

Telefones: 3636-1870/3636-1872

Direto da redação: Rafael Ribeiro.